Submarinos de Portugal


Para assinalar o centenário da entrada ao serviço dos primeiros submarinos em Portugal, foi criada uma série limitada da Junkers com características únicas. Além da personalização alusiva à efeméride, cada relógio é vendido acompanhado de um lingote de aço muito especial, o qual foi retirado do casco dos submarinos da classe Albacora, o último dos quais (o “Barracuda”) foi abatido em 2010, após a entrada ao serviço dos novos dois submarinos da Classe Tridente.
Este lingote foi cortado e polido na Base Naval de Lisboa, em Almada,a partir da qual operam os submarinos da Marinha Portuguesa.